imprensa@adufu.org.br

INSTITUCIONAL

Diretoria executiva

Gestão Prosseguir na Luta

biênio 2021/2023

Sidiney Ruocco Junior - ICBIM

Presidente

Vanessa Matos dos Santos (FACED)

1ª Secretária

João Marcos Alem (INCIS)

Vice-Presidente

Edilamar Rezende (ESEBA)

Secretária de Cultura

Silma do Carmo Nunes (ESEBA)

Secretária Geral

Marisa Aparecida Elias (ESTES)

Suplente

Direção colegiada

Iara Maria Mora Longhini

(FACED)

Gabriel Humberto Muñoz Palafox

(FAEFI)

Vagner Matias do Prado

(FAEFI)

Márcia Aparecida Fernandes

(FACOM)

Teodulo Augusto Campelo

(IERI)

Sylvio Luiz Andreozzi

(IGUFU)

Maria Suzana Moreira do Carmo

(ILEEL)

Fábio Francheschini Mitri Luiz

(ICBIM)

Paulo Cesar Peres de Andrade

(INFIS)

Leonardo Segura Moraes

(IERI)

Acesse nosso

Regimento

Regimento

História

da ADUFU

No ano de 1979, começava a história da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Uberlândia, com a discussão sobre instalação da entidade. Final de tarde do dia 18 de agosto de 1979, os professores estavam reunidos no Anfiteatro do Campus Umuarama com o objetivo de criar a ADUFU. Uma Comissão Organizadora composta por um representante de cada Centro da UFU foi responsável pela condução de todo o trabalho para garantir a realização da Assembléia Geral que fundaria a “Associação dos Docentes da UFU – ADUFU”. 

A situação do país naquele momento era marcada por uma conjuntura difícil e assinalada pelo autoritarismo e pela luta dos movimentos sociais que buscavam o estabelecimento de um regime democrático e a liberdade de organização dos trabalhadores.

O ANDES

e a Seção Sindical

Em meio a esse contexto, no ano de 1981, surgia a Associação Nacional dos Docentes de Ensino Superior (ANDES-SN). No ano de 1988, a Constituição brasileira era promulgada e junto com ela veio a bandeira histórica do movimento, que era a conquista do direito de sindicalização dos servidores públicos, que até aquele momento, com o não reconhecimento das entidades e a proibição das greves, lutavam pelos seus direitos através das associações de docentes e da ANDES. Nesse mesmo ano, 1988, a ANDES se transformava em Sindicato Nacional. Gozando das prerrogativas estatutárias de “Seção Sindical”, a ADUFU, começava a sua transformação em Seção Sindical do ANDES-Sindicato Nacional. Naquele ano, a entidade procurou resgatar o envolvimento dos docentes com a ADUFU-SS, implantando a socialização das tarefas.

mais de quatro décadas

de história

Para construir essa história, inúmeras diretorias (entre junta provisória, comissão diretora e diretorias executivas) estiveram à frente nessas quase três décadas de existência. Foram debates, assembléias, congressos, passeatas e tantas outras atividades, sempre na busca e na defesa de uma Educação Pública, Gratuita e de Qualidade em todos os níveis e com responsabilidade do Estado. São anos de luta por uma remuneração digna e melhores condições de trabalho para os professores e cientistas. 

Nesses anos, a ADUFU-SS ajudou a escrever a história do país, com presença constante no processo Constituinte que resultou na promulgação da Carta Magna de 1988. Quem não se lembra da primeira eleição para Presidente da República, depois da ditadura militar, com o povo indo às urnas escolher democraticamente o dirigente do País ?Outro fato importante da história e que a ADUFU-SS ajudou escrever foi o impeachment do ex-presidente da República, Fernando Collor de Melo. Um outro marco histórico nesses anos foram as greves das Universidades Federais em 2001 e 2005.

Infra-estrutura

A entidade atualmente reúne cerca de 1.400 filiados/as. Para atender as demandas da Seção Sindical, foi adquirida em 1993 uma sede própria, localizada perto do Campus Santa Mônica da UFU. A entidade também dispõe, em regime de comodato, de duas salas no edifício Chams, no centro de Uberlândia, um carro e uma infinidade de equipamentos de excelente qualidade em todos os seus setores.

Localização ADUFU - seção sindical