ADUFU - Seção Sindical do ANDES
Site Destaque

Resposta ao convite feito pela UNIMED para evento que tem como palestrante Deltan Dallagnol

12/02/2020

Prezados(as) Senhores(as),


Em resposta ao convite feito pela Unimed Uberlândia e pela Unicred Aliança para comparecimento no evento CITE 2020, que traz como um de seus palestrantes o senhor Deltan Dallagnol, Procurador da República e Coordenador da operação Lava Jato, a Diretoria Executiva da gestão "Construção Coletiva das Lutas" (2019-2021) esclarece que a ADUFU - Seção Sindical sempre foi uma instituição que considerou a democracia e suas aspirações como ponto de partida e, ao mesmo tempo, centralidade de suas lutas em defesa da educação gratuita, laica, socialmente referenciada e de qualidade.


Deltan Dallagnol é indivíduo conhecido pelos constantes ataques que faz à esquerda brasileira e ao setor progressista e mesmo à democracia, à medida em que afronta o devido processo legal. Há dois meses, o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) abriu processo disciplinar contra ele para apurar infrações disciplinares cometidas contra o ex-presidente do Senado Federal. Neste mesmo ínterim, o Procurador recebeu advertência do mesmo órgão por atacar ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que apresentaram críticas contundentes sobre sua atuação como coordenador da assim chamada "Operação Lava-jato". O procurador também teve o destaque na grande mídia, tão almejado por ele, tempos atrás, quando apresentou um Power Point contendo denúncias infundadas contra o ex-presidente Lula e, quando questionado, disse que: "Não temos provas, mas convicção". 


Enfim, Deltan Dallagnol é um colaborador de Sérgio Moro, juiz que ganhou um cargo de Ministro porque colaborou efetivamente para atacar, ao arrepio da lei (vide pedido de "excusas" do próprio Juiz ao Ministro Teori Zavascki), um Partido, que apesar de ser merecedor de muitas críticas dessa seção sindical, estava legitimado no governo pelo processo democrático e representava a possibilidade de conquistas para a classe trabalhadora brasileira, com a pouca transformação implementada e a busca, ainda que incipiente, por justiça social. Essa "premiação" conferida a Moro, aliado de Deltan, é a prova cabal da sua colaboração para a chegada ao poder de um projeto de governo que ataca os trabalhadores e trabalhadoras, em especial aqueles/as da Educação, dos/as quais somos representantes. Aliás, a própria aliança entre procurador e Juiz de um caso em que o primeiro atua, é um acinte à lei e ao princípio da imparcialidade do magistrado,  constatável mesmo pelo mais inexperiente rábula.


Portanto, a Diretoria Executiva da ADUFU - Seção Sindical considera infeliz a escolha de palestrante feita pela Unimed Uberlândia e Unicred Aliança, pois o senhor Deltan Dallagnol destacou-se como Procurador da República em uma operação que desrespeitou a Constituição Cidadã, o direito de defesa e a presunção de inocência, o devido processo legal, valores que deveriam nortear a justiça neste país e por conseguinte, as ações e princípios das empresas que promovem o evento, com uma das quais, pretendemos estreitar parceria.


Um evento com temas voltados à integridade, à transparência e à ética não poderia, jamais, tomar como referência a postura de Dallagnol.


Neste sentido, vimos comunicar o nosso não comparecimento ao evento, EM PROTESTO, e reafirmar o nosso compromisso com os valores cidadãos e democráticos, ao mesmo tempo em que colocamo-nos à disposição para sugerir e contatar eventuais palestrantes, membros de nossa comunidade universitária que poderiam abrilhantar qualquer debate que envolva ética e transparência de atos institucionais.


Saudações Sindicais,

Diretoria Executiva da ADUFU - Seção Sindical

11 de fevereiro de 2020