ADUFU - Seção Sindical do ANDES
Site Destaque

Nota de apoio da Diretoria Executiva à Greve Estadual da Educação

17/02/2020

A Diretoria Executiva da ADUFU - Seção Sindical, gestão “Construção Coletiva das Lutas” manifesta o seu apoio à Greve dos Servidores Estaduais da Educação em Minas Gerais, que ocorre desde o último dia 11, quando foi deflagrada em Assembleia da categoria.


Os/As servidores/as estão em luta pelo cumprimento do piso salarial profissional nacional, em defesa do emprego e pelo direito à uma educação pública de qualidade social, pautas que são cotidianamente atacadas pelo governo estadual de Romeu Zema e, nacionalmente, por Jair Bolsonaro. Zema e Bolsonaro são inimigos declarados da educação, uma vez que os seus cortes orçamentários têm atingido significativamente esta área.


No primeiro ano de seu governo, Zema está promovendo um desmonte da rede estadual de ensino. Tal arbitrariedade compõe o seu projeto privatizante, que objetiva e entregar os serviços públicos a empresas e ao mercado. Pensando nisso, desde o ano passado fez parcerias com empresários, banqueiros e Organizações Sociais, além de entregar a seleção de diretores/as das Superintendências Regionais de Ensino (SRE's) a uma Fundação interessada no lucro (Fundação Lemann). Ademais, Zema estabeleceu metas de redução de gastos que provocou a demissão de inúmeros trabalhadores e trabalhadoras: foram cortes de vigilantes, cortes de vagas na Educação de Tempo Integral, o que gerou desemprego e evasão escolar. Além de fechar turmas, o governo está municipalizando e fechando escolas estaduais.


Compreendemos que a Educação Básica é um direito universal, assim como rege a Constituição Cidadã e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Sem ela, seria impossível pensar no Ensino Superior, no desenvolvimento científico e tecnológico nacional, nas universidades brasileiras. Vale ressaltar que o Ensino Superior, a educação pública federal como um todo, também sofrem permanentes ataques por meio de cortes orçamentários e retiradas de direitos. É por isso que o ANDES - Sindicato Nacional aprovou em seu último congresso, ocorrido de 04 a 08/02/2020, o indicativo de greve em todas as universidades federais, a partir de março.


Neste sentido, a Diretoria Executiva da ADUFU - Seção Sindical é totalmente solidária à luta pela educação travada pelos/as servidores/as estaduais que paralisaram as suas atividades reivindicando os seus direitos trabalhistas: piso salarial, emprego e educação socialmente referenciada, reivindicações que também são nossas, trabalhadores e trabalhadoras da educação pública federal.


Saudações Sindicais!


14 de fevereiro de 2020

Diretoria Executiva da ADUFU - Seção Sindical