ADUFU - Seção Sindical do ANDES
Site Destaque

Nota da Diretoria Executiva da ADUFU-SS sobre as declarações do Ministro da Educação Abraham Weintraub

29/11/2019

    A Diretoria Executiva da ADUFU-SS vem à público manifestar seu mais profundo repúdio às declarações do Ministro da Educação, senhor Abraham Weintraub, dadas ao Jornal da Cidade Online no dia 24/11/2019, nas quais afirmou sem demonstrar possuir nenhuma comprovação fática e/ou documental que as Universidade Federais possuiriam “plantações extensivas de maconha” a ponto de precisarem de “borrifador de agrotóxico”, bem como acusou os laboratórios de química destas Universidades de produzirem drogas sintéticas como metanfetamina e que tais eventos ilícitos ocorreriam porque a “polícia não pode entrar no campus”.

    Primeiramente gostaríamos de esclarecer à população que tais afirmações são absolutamente infundadas e criminosas e que o senhor Ministro deverá responder por elas judicialmente.

    Esclarecemos ainda que nas Universidades a “entrada da polícia” não é proibida, sendo que a Polícia Federal tem jurisdição para adentrar nestas Instituições e ainda a Polícia Militar também pode fazê-lo em casos de flagrante delito.

    Ressaltamos que as Universidades brasileiras são centros de desenvolvimento de conhecimento, de ciência, de tecnologia e de pensamento crítico. É com base nas pesquisas desenvolvidas nestas Instituições que a sociedade brasileira pode avançar no desenvolvimento de medicamentos, vacinas, tecnologias eletrônicas e agrárias, bem como no combate à desigualdade e à promoção de uma sociedade mais justa. Não aceitaremos em hipótese alguma que o trabalho de centenas de milhares de docentes, pesquisadores, técnicos e estudantes seja vilipendiado desta maneira tão criminosa e irresponsável.

    É nítido que o senhor Ministro da Educação enxerga as Instituições Públicas de Ensino e seus servidores e estudantes como inimigos a serem combatidos. É nítido que o Ministro da Educação do Brasil é o principal inimigo da educação no nosso país, travando uma guerra ininterrupta contra os profissionais que trabalham nestas Instituições de forma a demonstrar, desta maneira, sua suspeita simpatia pelos agentes da iniciativa privada de educação. O Ministro da Educação do nosso país anseia desesperadamente destruir a nossa Educação Pública. Todavia, suas ações não hão de restar impunes por muito tempo, tampouco prosperará seu desejo pela destruição daquilo que toda a comunidade científica criou. Agiremos, juntamente de nossos pares, no sentido de defender ferozmente a Ciência e a Educação Pública Nacional.

Senhor Abraham Weintraub, nos respeite!

 

Diretoria Executiva da ADUFU - Seção Sindical do ANDES.

Gestão Construção Coletiva das Lutas.