ADUFU - Seção Sindical do ANDES
Site Destaque

Nota da ADUFU contra a política de preços de combustíveis implementada por Michel Temer e Pedro Parente

29/05/2018

Nota da ADUFU contra a política de preços de combustíveis implementada por Michel Temer e Pedro Parente


A ADUFU - Seção Sindical do ANDES manifesta-se contra a política de preços abusivos de combustíveis implementada por Michel Temer e Pedro Parente, que submete o Brasil, autossuficiente em petróleo, às variações e interesses do mercado internacional.

Após ser empossado, Pedro Parente alterou a política de preços das refinarias, em outubro de 2016. Desde então, a estatal passou praticar a paridade com o mercado internacional, aumentando os preços de acordo com a variação do barril de petróleo, sem estabelecer qualquer mecanismo de proteção para o consumidor, elevando o preço do combustível mais de duzentos vezes em dois anos.

Tendo em vista este contexto, variados setores da sociedade civil articularam-se em torno das pautas que reivindicam preços justos dos combustíveis, do gás de cozinha e melhores condições de trabalho para o segmento logístico brasileiro. Nesse sentido, a ADUFU - SS solidariza-se e apoia o atual movimento político dos caminhoneiros e petroleiros, que ocorre desde o último dia 21, evidenciando a importância da mobilização dos trabalhadores e trabalhadoras para a garantia de seus direitos.

Por fim, a ADUFU - SS, encabeçada pela gestão “Resistir e Lutar”, convida a todas e a todos para comparecerem no ato do dia 30 de maio, Dia Nacional de Luta, a partir das 17h, em frente a escada rolante do Terminal Central de Uberlândia e para a construção da paralisação do dia sete de junho “Dia Nacional de Lutas em Defesa dos Serviços Públicos e Pela Valorização das/dos Servidores”, assim como para a construção da greve geral.


Diretoria "Resistir e Lutar"