ADUFU - Seção Sindical do ANDES
Site Destaque

Confira os informes e deliberações da Assembleia Geral da ADUFU-SS de 12 de maio

17/05/2022

A ADUFU realizou Assembleia Geral no dia 12 de maio de 2022, quinta-feira, com início às 17h30min.. A Assembleia ocorreu de modo presencial, na sede da seção sindical. Confira os informes e deliberações:

- Informes Gerais: o presidente da ADUFU-SS, professor Sidiney Ruocco, informou e convidou os/as presentes para o Boteco da ADUFU-SS, agendado para o dia 13 de maio, sexta-feira. Também comunicou acerca do Ciclo de Debates - Reflexões sobre o mundo do Trabalho, que contará com atividades nos dias 16 e 17 de maio, às 18h, na sede da seção sindical, discutindo os temas Trabalho e Sindicalismo no Brasil Contemporâneo (com Antônio de Almeida, Edilson Graciolli e Milton Pinheiro) e Perspectivas do Trabalho no século XXI (com Vanessa Petrelli e Marisa Amaral);

- Processos Seletivos (Auxiliar Administrativo Sindical e Jornalista): o Secretário de Formação Sindical, professor Edilson Graciolli, comunicou sobre os processos seletivos para os cargos de Auxiliar Administrativo Sindical e Jornalista. Quanto à seleção para o cargo de Auxiliar Administrativo Sindical, foi contratada uma empresa para executar a seleção, entretanto foram percebidos indícios de lacunas e insuficiências nos procedimentos adotados. Mesmo após gestões feitas, os problemas não foram sanados e, por isso, em defesa dos interesses da entidade e das pessoas que se inscreveram na seleção, o processo foi cancelado. No que se refere à contratação do/a Jornalista, o tema será debatido e deliberado no âmbito da Direção Colegiada;

- Processo relacionado a docente e encaminhamento do setor jurídico: Os advogados do setor jurídico da ADUFU-SS estavam atuando em representação a um docente da categoria, em sede de processo administrativo disciplinar em trâmite na Universidade Federal de Uberlândia. Ocorre que no decorrer da assistência jurídica, o referido professor teve comportamentos que violaram a liberdade funcional e independência do exercício da advocacia, preceitos estabelecidos no Estatuto da OAB. Desse modo, essas condutas foram apresentadas à Diretoria Executiva da ADUFU-SS, de forma que restou decidido que os advogados do setor jurídico estavam autorizados a renunciar ao mandato outorgado pelo docente para fins de representação em tal processo administrativo, o que foi feito na última semana. Ressalta-se que a equipe jurídica atuou no processo até a fase de interposição de recursos em face da decisão administrativa proferida no PAD.

- Acervo da ADUFU guardado no Edifício Chams: foi informado pela Diretoria Executiva que o acervo histórico da seção sindical, que conta com inúmeros documentos importantes para a história da entidade, localizado no Edifício Chams, passará por tratamento e organização profissionais. Neste sentido, a Diretoria está selecionando uma empresa especializada para tratar o material;

- 40º Congresso do ANDES-SN: O presidente da ADUFU, professor Sidiney Ruocco, e a secretária-geral, professora Silma Nunes, que fizeram parte da delegação da seção sindical no Congresso, informou sobre os principais temas discutidos e deliberados no evento levados pela ADUFU.. Todos os temas e resoluções foram amplamente informados para a base, por meio de cobertura jornalística publicada em todos os canais de comunicação;

- Encontro em Brasília contra as intervenções em reitorias: Nos dias 11 e 12 de maio, o ANDES-SN realizou o "Encontro das Universidades, Institutos Federais e CEFETs em luta contra as intervenções". A atividade ocorreu em Brasília e é uma deliberação do 40º Congresso do Sindicato Nacional ocorrido em março deste ano. Desde que Jair Bolsonaro assumiu a presidência, em janeiro de 2019, ao menos 25 instituições federais de ensino (IFE) sofreram intervenção do governo federal na escolha de reitores e reitoras. Durante o evento foram debatidos temas como o projeto histórico de universidade defendido pelo ANDES-SN, aspectos políticos, jurídicos e os impactos das intervenções na gestão das instituições, as lutas e resistências da categoria docente frente a esse e outros ataques à autonomia universitária.  

- Apreciação do indicativo de deflagração de greve em 23/05/22: Na reunião de Setores ocorrida em 22 de abril de 2022, que contou com a participação do presidente da ADUFU, professor Sidiney Ruocco, e da secretária-geral, professora Silma Nunes, foi pontuada a necessidade de rodadas de Assembleias nas seções sindicais para definição do indicativo de deflagração de greve em 23 de maio. Após ampla discussão sobre o tema, os/as docentes avaliaram que não há condições concretas para uma greve na UFU no atual contexto.