ADUFU - Seção Sindical do ANDES
Site Destaque

ADUFU repudia Projeto Promover: ensino remoto e precarização da educação pública

13/05/2021

O professor Sidiney Ruocco, presidente da ADUFU, fala sobre o posicionamento da Seção Sindical sobre o Programa de Mobilidade Virtual em Rede – Promover Andifes. A atividade promete a mobilidade de estudantes por meio virtual, mas promove, na verdade, o ensino remoto e a precarização do ensino e do aprendizado.

“Nós queremos deixar aqui o nosso repúdio, em primeiro lugar à Andifes que criou esse programa nefasto que usa um aspecto da própria pandemia, que foi a utilização do ensino remoto, como se fosse uma forma de avanço tecnológico para as tecnologias educacionais. O segundo lugar, e aí o nosso repúdio forte, à Universidade Federal de Uberlândia que aderiu a esse projeto e diferentemente do que a Reitoria afirmava no início a UFU não está apenas, portanto, suportando o ensino remoto como um mal necessário para que as atividades acadêmicas continuem acontecendo. A partir do momento que ela voluntariamente se inscreve num programa como o Promover, ela está acreditando no ensino remoto. Ela está, como diz o presidente da Andifes, querendo utilizar o “legado” da pandemia. Então nós entendemos que isso é, como a ADUFU já tinha dito infelizmente, uma tentativa de perenizar, de perpetuar o ensino remoto que é um ataque ao ensino público de qualidade, que é um ataque à categoria docente porque visa maximizar a mais-valia”, explica o presidente. Veja o vídeo com o posicionamento da ADUFU e diga não ao Projeto Promover.