ADUFU - Seção Sindical do ANDES
Site Destaque

ADUFU organiza Ciclo de Debates sobre o mundo do Trabalho - confira a programação

11/05/2022

CICLO DE DEBATES - REFLEXÕES SOBRE O MUNDO DO TRABALHO: TRABALHO E SINDICALISMO NO BRASIL CONTEMPORÂNEO


A Diretoria Executiva da ADUFU - Seção Sindical convida para o Ciclo de Debates Reflexões sobre o mundo do trabalho. A primeira roda de conversa ocorrerá no dia 16 de maio de 2022, segunda-feira, às 18h, na sede da ADUFU-SS (Rua Nelson de Oliveira, nº 711, Santa Mônica) e tratará do tema Trabalho e Sindicalismo no Brasil Contemporâneo. 


Conheça o currículo dos convidados:


ANTÔNIO DE ALMEIDA é doutor em História Social, pela Universidade de São Paulo, e professor titular aposentado pela Universidade Federal de Uberlândia. Nesta instituição, atuou por mais de três décadas junto aos Cursos de Graduação e Programa de Pós-Graduação do Instituto de História. Ao longo desse período desenvolveu atividades de ensino, orientação, pesquisa, extensão e gestão universitária, tendo exercido a função de Vice–Reitor por quatro anos. Publicou os livros “Experiências políticas no ABC Paulista: lutas e práticas culturais dos trabalhadores”, pela Editora da UFU, e, “Movimentos sociais e história popular: Santo André nos anos 70 e 80”, pela Editora Marco–Zero/CNPq. Tem vários artigos publicados em coletâneas e revistas científicas, dentre estas, a Revista Brasileira de História, da Associação Nacional de História – ANPUH e Revista Projeto História, do Programa de Estudos Pós–Graduados em História, da PUC–SP. Atualmente está na fase conclusiva de um livro (previsto para ser lançado em agosto ou setembro de 2022), no qual, fundindo personagens e fatos reais e fictícios, tem com foco central as Lutas, conquistas e derrotas da classe trabalhadora, com destaque para professores e professoras que atuam na universidade pública.


EDILSON GRACIOLLI possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1990), mestrado em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (1994), doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1999) e pós-doutorado em Sociologia na Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, campus Araraquara (2008). Atualmente é professor Titular da Universidade Federal de Uberlândia. Membro do conselho editorial da revista Crítica Marxista. É líder dos Grupos de Pesquisa Observatório do Legislativo e sobre Reforma Política. Integra, como pesquisador, o Núcleo de Sistema Político e Políticas Públicas (NUPP) na UFU. É autor dos livros “Privatização da CSN: da luta de classes à parceria” (Expressão Popular, 2007) e “Um caldeirão chamado CSN - resistência operária e violência militar na greve em 1988” (Edufu, 1a. ed. 1997; 2a. ed. atualizada, 2009), além de capítulos em livros e artigos. Tem experiência nas áreas de Sociologia, com ênfase em Teoria Sociológica e Sociologia do Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: trabalhadores, reestruturação produtiva, sindicalismo - Brasil, capitalismo e responsabilidade social empresarial; Ciência Política, com ênfase em Teoria Política Moderna e Contemporânea, versando sobre temas como hegemonia, sociedade civil, Estado, reforma política e estudos sobre o legislativo; e Economia, com ênfase em teoria marxista da dependência. Pesquisa também previdência social, seus princípios estruturais e parâmetros. 


MILTON PINHEIRO possui graduação em Ciências Sociais pela UFBA (1995), mestrado em Educação e Pesquisa - Université du Québec à Chicoutimi, Canadá (2004) e doutorado em Ciências Sociais (Política) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP - 2014). É professor titular de História Política da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e jornalista profissional (Reg. Nº 72.595/SP). Integra o conselho editorial das revistas Novos Temas (ISSN: 21756279), Crítica Marxista (ISSN: 01049321), Lutas Sociais (ISSN: 1415854X), Mouro (ISSN: 21754519), Margem Esquerda (ISSN: 16787684) e o conselho editorial do Instituto Caio Prado Jr. (ICP). É pesquisador de História Política na Universidade de São Paulo (USP). Autor/organizador de oito livros, entre eles, “Ditadura: o que resta da transição” (São Paulo: Boitempo, 2014). Tem experiência nos fundamentos da teoria social, pesquisa a história política brasileira com ênfase na esquerda revolucionária, movimento comunista, sociedade de transição, operador político, poder político e formação social brasileira. Desde 2010, é editor executivo da revista de teoria social e histórica, Novos Temas. É o presidente em exercício no ANDES-SN.


Assista: https://youtu.be/dTKeNEXlMaY



-

CICLO DE DEBATES - REFLEXÕES SOBRE O MUNDO DO TRABALHO: PERSPECTIVAS DO TRABALHO NO SÉCULO XXI


A Diretoria Executiva da ADUFU - Seção Sindical convida para o Ciclo de Debates Reflexões sobre o mundo do trabalho. A segunda roda de conversa ocorrerá no dia 17 de maio de 2022, terça-feira, às 18h, na sede da ADUFU-SS (Rua Nelson de Oliveira, nº 711, Santa Mônica) e tratará do tema Perspectivas do Trabalho no Século XXI.. 


Conheça o currículo das convidadas:


VANESSA PETRELLI é graduada em Economia pela Universidade Federal do Paraná (1981); Mestre em Economia pela Universidade de Brasília (1985); doutora em Teoria Econômica pela Universidade Estadual de Campinas (1996); e pós-doutora pela Universidade de Brasília. É professora Titular da Universidade Federal de Uberlândia e Diretora do Instituto de Economia (2015-2018). Vice-presidente da Sociedade Brasileira de Economia Política (2016-2018). Foi Secretária de Agropecuária e Abastecimento do Município de Uberlândia (2013 e 2014), presidente interina do IPEA (2012) e Diretora de Estudos e Políticas Macroeconômicas do IPEA (2011-2012). No âmbito da Universidade foi ainda coordenadora do Programa de Pós-graduação em Economia e do Curso de Graduação em Economia. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Macroeconomia, Finanças Internacionais e Instituições Monetárias e Financeiras do Brasil. Atua principalmente nos seguintes temas: determinação dos juros, dinâmica dos fluxos de capitais, sistema financeiro nacional, mercado de capitais, financiamento público, distribuição regional de recursos, financiamento agrícola. Foi Pesquisadora visitante do IPEA, sendo que exerceu a coordenação de pesquisas financiadas por este último órgão, como também pela FAPEMIG. Fundadora da Sociedade Brasileira de Economia Política e da Associação Keynesiana Brasileira, tendo sido diretora por dois mandatos de ambas as agremiações. 


MARISA AMARAL possui graduação (2000-2003) e mestrado (2004-2006) em Economia pela Universidade Federal de Uberlândia (IE/UFU) e doutorado (2008-2012) em Economia pela Universidade de São Paulo (IPE-FEA/USP), com período sanduíche (2010-2011) na School of Oriental and African Studies (SOAS), University of London. Atualmente é Professora Associada do Instituto de Economia e Relações Internacionais da Universidade Federal de Uberlândia (IERI/UFU) e do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais da mesma instituição (PPGRI-IERI/UFU). É pesquisadora associada do Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas sobre Marx e o Marxismo (NIEP-UFF) e atual vice-presidente da Sociedade Brasileira de Economia Política (SEP). Desenvolve pesquisa na área de Economia, com ênfase em Economia Política, Economia Marxista e Desenvolvimento Econômico, tendo como principais temas de interesse: imperialismo, dependência, economia mundial, neoliberalismo, financeirização, economia brasileira e América Latina.


Participe!